domingo, 11 de maio de 2014

Václavské náměstí (Paça Venceslau), Praga


(...) meteu-se num comboio
e no dia seguinte entrou em Praga,
onde logo se acalmou. Os jornais vinham
num horror estrangeiro que por isso lhe
pareceu belo; existiam pássaros nos sítios altos
e não viu mendigos (nem lixo) nos sítios baixos.
Viu, sim, edifícios com o tamanho exacto para serem amados
e um povo que utilizava palavras sorridentes.
Se apenas se deixa de estar doente quando se está feliz,
Bloom deixara de estar doente.

Gonçalo M Tavares in "Uma Viagem à Índia", Canto V, 85