terça-feira, 6 de junho de 2017

Praça de S Pedro, Roma


Sinto que se abusa da realidade. Alguém parece estar continuamente a trazer pelas linhas de caminho de ferro carregamentos gigantescos de realidade, como se esta tivesse mesmo um peso, fosse feita de um material concreto, e alguém, uma instituição de origem e fins desconhecidos, estivesse encarregado de manter os fornecimentos.

Gonçalo M. Tavares in "Uma menina está perdida no seu século à procura do pai"