domingo, 4 de fevereiro de 2018

Irão, Dasht-E Lut, nascer do sol nos Kaluts


O mundo punha-se de pé e rugia em apreciação. Arranha-céus e fábricas de aço nasciam onde antes haviam florestas, os rios eram engarrafados e vendidos em supermercados, os peixes enlatados, as montanhas mineradas e transformadas em mísseis reluzentes. Barragens gigantescas iluminavam as cidadescomo árvores de Natal. Toda a gente estava contente.

Arundhati Roy in "O Ministério da Felicidade Suprema"